quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Diário de Miami parte 1

Vocês ainda lembram que na metade de dezembro eu fui viajar para os EUA, né? Demorei para vir contar sobre os meus dias por lá, mas chegou o grande momento hahaha
Vou dividir a viagem para não ficar muito cansativo, serão 4 posts que vão reunir muitas dicas e tudo que funcionou do meu roteiro. Para quem não viu os posts que já foram para o ar, seguem os links (clica em cima para ler):

  1. ROTEIRO;
  2. LOOK DO DIA COM CHAPÉU;
  3. LOOK RELAX EM CRANDON BEACH;
  4. ONDE NOS HOSPEDAMOS.

Dia 1 - Sábado

O primeiro dia estava reservado para ir à Ocean Drive, andar no South Beach Local Shuttle (não fomos) e passear pela Lincoln Road. Bom, acordamos desejando um Starbucks porque não temos aqui em Florianópolis, e já tinha pesquisado um endereço do café bem próximo ao hotel, que é 1201 Washington Ave.

Hot chocolate <3

Seguimos pela Washington Avenue até a Lincoln Road para comprar o meu iphone. A ideia era comprar o aparelho e passear pela Ocean Drive, mas a Lincoln é uma perdição, é enorme, tem uma H&M de 3 andares (que era um teatro antigamente, então imaginem o quanto é grande) e mais um montão de lojas e restaurantes. Acabamos passando o dia por lá mesmo.


Frustrações do primeiro dia:
- Esse restaurante que escolhemos para almoçar acabou não sendo tão bom, os pratos promocionais de $9,90 acabaram não compensando, mas o garçom foi bem simpático;
- Não consegui usar o meu iphone porque o meu chip era micro e o do novo é nano. Não comprei chip lá porque o hotel tinha wifi, então não achei que compensava os $70 do chip com o plano pré-pago (claro que o dólar a R$3 ajudou a desanimar);
- Queria comprar a H&M inteira, mas estava receosa porque ainda ia para Orlando, porém devia ter ouvido meus instintos... hahaha

Voltamos pela Collins Ave, que é linda e também merece uma caminhada...

Vestido Riachuelo, jaqueta Renner e bota Paquetá.
A noite fomos buscar minha irmã no aeroporto (ela está no Canadá participando do ciência sem fronteiras e foi nos encontrar para passarmos as férias juntos) e jantamos na Ocean Drive.


Look em breve quando o calorão der uma trégua porque ninguém merece ver casaco de lã no calor senegalês :)

Gente, não vou recomendar esse restaurante também. A comida até que era gostosa (pedimos um prato aperitivo que vinha com camarões, lulas e fritas), mas fomos enrolados na hora de pagar a conta pelo garçom que veio com o papinho da gorjeta não estar inclusa na conta, mas sim, estava discriminada lá. Então, se puderem fugir dos preços exorbitantes e dos garçons que querem arrancar o seu dinheiro a todo custo na Ocean Drive, fuja! Na próxima vez já vou com os restaurantes escolhidos daqui para evitar esse tipo de surpresa.

Dia 2 - Domingo

Domingo foi um dia muito gostoso! Fomos a Sunny Isles Beach e tivemos uma agradável surpresa. Eu já contei um pouquinho nesse post AQUI que traz o look que eu usei no dia. Vou reforçar: se você for a Miami, não deixe de ir nessa praia, vá ao bar que tem no trapiche chamado Beach Bar e coma os sushis, por mais caros que possam parecer, é de lamber os dedos!!!!! 
Para isso, estacione no estacionamento público que tem atrás do Walgreens, pague umas 3 horas na máquina e curta a vontade (está melhor explicado no post de look, então dá uma passadinha lá se quiser mais detalhes). O endereço da farmácia é: 17534 Collins Avenue. Sunny Isles Beach, FL 33160. 

Vestido e regata Riachuelo, chapéu AliExpress e óculos Ray Ban


Saindo de Sunny, paramos no Bal Harbour Shops, um shopping chique de doer, só para os ricos. Mas como caminhar por lá é de graça (e o estacionamento também), lá fomos nós hahaha Segue o endereço para por no GPS: 9700 Collins Ave, Bal Harbour.



Acabamos não almoçando por lá (o restaurante super recomendado nas minhas pesquisas era o Carpaccio) porque comemos sushi no Beach Bar (ainda bem! hehe), mas conhecemos o shopping, olhamos as lojas chiques e voltamos para o hotel. A noite, jantamos no Starbucks para dar aquela economizadinha (incrível como Miami Beach é cara!) e depois fomos passear na Espanola Way. Acho que valia a pena ter jantado por lá, porque é uma ruelinha pequena cheia de restaurantes (inclusive brasileiros) e não tem mais nada além disso, então se puder, guarde um dia para jantar nessa rua e curtir a atmosfera do lugar.


Como eu disse, em uns 10 minutos já tínhamos visto tudo, então fomos passear novamente pela Lincoln Road, amamos esse lugar hehe


Dia 3 - Segunda

No terceiro dia fomos ao Sawgrass Mills, um big outlet, que fica a uns 40 minutos de carro de Miami Beach. Como ficamos muito concentrados fazendo compras, eu nem me preocupei em levar a câmera né. Mas em breve mostro as compras em vídeo, só estou ensaiando hehe
Na volta, jantamos no Outback, exigência da irmã, que ama o restaurante e não tinha um para ir no Canadá. Não foi dos melhores que fomos, a sempre pedida costela veio meio gordurosa, mas para quem quiser matar o desejo, o endereço é o seguinte: 8255 W Flagler St.

Gordices hahaha

Em breve os outros diários, vou tentar publicar um por semana para vocês não enjoarem de mim.

O que gostariam de ver e saber da viagem? Falta alguma informação? Me escrevam! hehe

Beijos!

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Estímulos de amor

Ontem eu tive a oportunidade de participar de uma palestra sobre o que é o Life Coaching e como funciona (por alto) o curso ministrado pela Vanessa Tobias. Bom, posso dizer que sou super a favor de injeções de ânimo (foi o que a palestra serviu para mim) que nos mostrem o quanto somos capazes e que isso, muitas vezes, fica encoberto por todas as rejeições e exigências pelas quais passamos durante a vida. Não é fácil buscar o sucesso e lutar, persistir, ter soluções práticas e organizadas que vá nos satisfazer durante o caminho e no fim da jornada (se é que algum dia ela chega ao fim). A partir dessa descrição simplória, não vou conseguir explicar para vocês o que foi essa palestra, mas, eu diria que fiquei com uma super, mega, ultra vontade de fazer o curso e que, por enquanto, outra$ questõe$ não permitem, mas é um investimento a se pensar a longo prazo. Enfim, quem quiser saber mais pode entrar no site AQUI.

Não vim fazer propaganda do curso e não estou ganhando nada em dizer o quanto foi incrível essa palestra. Mas anotei algumas coisas que ela disse e que acho super válido repassar por aqui, porque durante nossa jornada de vida, é comum nos esquecermos o que nos motiva, o que nós gostamos de fazer, o que nos dá prazer e satisfação, a troco de realizar o que os outros esperam de nós.

A principal questão e o que me fez pensar em quem eu sou e para quê/quem sirvo é: 

O que o mundo perderia se eu não existisse?


Quais são as nossas habilidades? O que fazemos de melhor? O que nós realmente gostamos de fazer? O que podemos fazer que pode ajudar outras pessoas? Aonde devemos concentrar os nossos conhecimentos e energia? Como o nosso produto final (ou objetivo) contribuirá para melhorar a nossa família/comunidade/país/ mundo?

Outras questões seriam as seguintes:

Não podemos usar desculpas para não executar os nossos objetivos.

Quantas vezes deixamos para depois por inúmeros motivos (desculpas) que adiam os nossos sonhos e nos desanimam no meio do caminho? Eu mesma me pego pensando muitas vezes que hoje não vou fazer isso porque está muito quente ou muito frio, ou porque está chovendo ou não estou disposta. Eu sou da opinião que devemos nos respeitar, mas temos que criar soluções práticas ou prazos para que a gente não se auto-sabote.

Falar bem ou não falar nada.


Quanta energia é gasta para fazer uma fofoca sem fundamento? Para falar mal da pessoa que você nem conhece direito? Para falar mal da comida, da roupa, da aparência e de tantas outras coisas? Precisamos usar nossa energia para falar BEM, para dar aquele elogio a quem menos espera, para arrancar sorrisos dos rostos de forma gratuita. Nós não sabemos o que não está bem na vida das pessoas, o porquê de elas estarem mal-humoradas, as experiências de vida, os traumas. É nosso dever como ser humano, ajudar de alguma forma a tornar os dias dos outros melhores (e o nosso consequentemente), sem esperar nada, pelo simples prazer de fazer o BEM. E isso pode ser válido para humanos ou animais. Somos responsáveis pelo mundo que vivemos e acredito que um ciclo de amor só gera amor. E olha que eu andava desacreditada nesse sentido de mundo cor de rosa, não é fácil, nós sabemos, mas parei para pensar em um simples fato: por que deixar mais difícil quando podemos facilitar?

A gente só vê nos outros aquilo que carregamos no coração.

Antes de sair por aí julgando sem eira nem beira, vamos perceber o reflexo da nossa pessoa. Geralmente, aquilo que enxergamos é o que carregamos com a gente. Se tentarmos manter uma atmosfera amorosa dentro de nós, as pessoas passarão a nos mostrar o quão amorosas podem ser, e é isso que vamos enxergar. E assim a gente vai fazendo um exercício, o que nós observarmos, passamos a tentar mudar em nós mesmos. 

Precisamos sair de casa sempre pronta para encontrar o sonho.

É, como eu sempre digo, precisamos nos sentir bem com nós mesmos. Nossa autoestima dita muito nos nossos dias, em quem nós somos e em como executamos as coisas. Não preciso ir muito longe para exemplificar esse tópico porque todo mundo já deve ter tido pelo menos uma experiência dessa na vida: quando estamos nos sentindo bem, para cima, com a energia em alta, parece que a nossa sorte fala alto, acontece algo inesperado que nos faz muito feliz, o nosso dia é mais do que perfeito, as coisas fluem de um jeito tão natural para o objetivo que parece que não precisamos nos esforçar para isso. É uma coisa linda! 

Não, eu não acho fácil nos mantermos em alta energia o tempo todo, mas porque não tentar? Dia após dia, assistir vídeos, ler livros, fazer coisas que nos dão prazer e nos inspiram. Fazer mais por nós. Entender que o que nos move é nossa força interior, é o que nos impulsiona na direção dos nossos sonhos. E o caminho pode e deve ser prazeroso, acredite.



Eu espero que esse texto inspire muita amorosidade pela vida!!! Me contem o que faz vocês felizes e o que estão fazendo em busca dos seus objetivos de vida. Alguém tem alguma técnica válida para a gente manter a energia sempre em alta?

Beijos!

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Look - Madrinha de casamento

Dia 17 de janeiro foi um dia mega especial! Desde o ano passado eu aguardava ansiosamente por esse momento, por todo o carinho que tenho por esse casal e por ter sido escolhida para ser madrinha. É difícil explicar em palavras o que eu senti, mas eu amei estar presente nesse momento, perceber a cumplicidade e lealdade que eram transparentes nos seus olhares, a felicidade em estar dando continuidade a um ciclo de amor ao próximo, a doçura e a inocência de criança em uma relação madura até dizer chega. É clichê, mas nunca foi tão verdadeiro, nasceram um para o outro.

E para tal singularidade, eu queria estar a altura. Provei inúmeros vestidos quando viajei, mas quando coloquei os olhos nesse, eu soube que era perfeito! Simples, mas chique, tudo o que eu queria. E o subconsciente trabalhou direitinho, pois semanas depois fiquei sabendo que essa cor foi a escolhida pela Pantone para representar 2015: o Marsala (vulgo vinho ou bordô). Posso falar do preço? Como o nome desse blog já condena, sou uma amante de fast fashions, então sempre estou em busca da combinação preço, beleza e qualidade. Creio que essa foi uma escolha de sucesso: $27,90. Sim, você não leu errado, vou ajudar na conversão: $27,90 + taxa de 6% com o dólar a R$2,80 = aproximadamente R$83. Um VIVA especial para a Forever 21


Os acessórios (na foto só aparece o bracelete e o brinco, mas também comprei a clutch e a sandália) são da Renner, e foi em apenas um dia (de sorte) que encontrei tudo na mesma loja. Está certo que a clutch foi mais cara que o vestido (R$110), mas ela é bordada e penso que foi um ótimo investimento, já que dá para usar com tudo e em várias ocasiões, apaixonei! Ao procurá-la no site da Renner, vi que baixou o preço para R$89,90, o link é esse AQUI.

A sandália também entrou em promo, paguei R$99 e agora está R$69,90 (LINK AQUI). Ela é super confortável e bem feminina, fiquei umas 6 horas com ela e depois troquei por uma havaiana marota para continuar a performance na pista! hahaha


Achei que tudo ornou tão bem, que não tive dúvidas na hora das compras, acho que vou usar tudo muitas vezes. Agora fiquem com mais umas fotinhos do casamento lindo!

O namo e o pajem lindo, apaixonada pelos dois! / Noivinha linda de morrer!


O vestido da noiva era longo e depois ela desabotoou e ficou curtinho, achei ótimo para o calorão ;)

O enfeite do bolo (que já estava desmontado na foto, era de 3 andares) tinha as cadelas do casal com eles, lindo né?
Com o noivo querido!

Amei a festa, amei a minha primeira experiência de madrinha, amei tudo!

O cabelo e a maquiagem foi feita pela Vanessa, do Camarim Beleza e Estética, seguem os contatos:

Facebook: Camarim
Instagram: @camarimbelezaeestetica
Endereço: Rua Belizário Berto da Silveira, 63.

Maquiagem referência e a minha :)

Beijos!
Theme by: Josh Peterson and edit by: Fernanda da Silva Silveira