quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Look do dia - Vestindo esperança

Sexta-feira passada eu tive a honra de participar do primeiro desfile da Kabiria, uma marca social de roupas fabricadas com tecidos africanos e produzidas por refugiados da República Democrática do Congo, na cidade de Nairóbi, Quênia.

A cada modelo desfilado, eu vibrava com tamanha beleza impressa em cada peça de roupa. As estampas, a modelagem, a produção, estava tudo muito lindo! Assim que eu tiver as fotos, eu mostro para vocês. Enquanto isso, já dá para ir acompanhando a marca por AQUI. Vocês podem encontrar as peças na loja Beco do Bagre, na Lagoa da Conceição.

Beco do Bagre®© | (48) 3234 0546 | faleconosco@becodobagre.com.br
Rua Afonso Delambert Neto, nr. 637, loja 01 | Lagoa da Conceição
Florianópolis - SC - Brasil | CEP: 88062-000

Bem, frente a tanta beleza vista, é claro que eu não resisti e arrematei o meu Kabiria! Ele tem essa estampa étnica super característica, o tecido é mais encorpado, dando a estrutura necessária para a saia boneca, e é preto e branco para usar dia sim e outro também. Estou apaixonada, ele é muito confortável e bonito! Mas o que mais me impressiona mesmo, é poder usar uma peça que representa esperança. Esperança de uma vida digna e cheia de alegria para todo um povo, uma peça que fez olhos brilharem quando estava tomando forma e agora faz os olhos daqui, do outro lado do Oceano Atlântico, brilharem com tamanho encantamento.





Créditos: Vestido Kabiria / Blazer Renner (Shopping Iguatemi) / Colar AS / Bota Dakota.

Estou apaixonada, me senti uma princesa. Tenho certeza que Kabiria vai ser um grande sucesso, parabéns à Renata e todo o pessoal engajado nessa causa. E obrigada pelo convite! Amei poder fazer parte, um pouquinho que seja, desse momento especial!

Beijos!

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Relembrando uma viagem linda - Cruzeiro

Dezembro está batendo na nossa porta, e com ele, vem chegando a viagem de férias tão esperada. Esse ano, o destino escolhido será Miami e Orlando, lugares já antes visitados, mas que sempre tem algo novo a oferecer. Chegou a hora de planejar nossos dias para otimizar cada minuto da nossa estadia. Mas, antes disso, vou voltar um pouquinho no tempo, em fevereiro de 2012, para lembrar nossa passagem pela Flórida, o que fizemos e o que vale a pena fazer de novo.

Nossa primeira parada foi no porto de Fort Lauderdale para embarcar no Allure of the Seas, cruzeiro da empresa Royal Caribbean inaugurado em dezembro de 2010.


Depois que entramos no navio, tivemos que esperar um tempo até que os quartos fossem liberados, por isso, depois de comer, ficamos no deck apreciando a linda vista.


Quando os quartos foram liberados, fomos tomar um banho e trocar de roupa para conhecer um pouco mais do nosso navio. Ele tinha um mini Central Park com cafés, lojas e restaurantes em torno, puro charme!

Blusa feita pela avó, short Damyller e rasteira Paquetá

Mais uma troca de roupa para o jantar e mais andanças...


Vestido Someday, jaqueta Renner e peep toe Arezzo
No segundo dia, a parada foi na ilha de Nassau. Acabamos optando por fazer um passeio pela ilha com uma das vans que os nativos oferecem para os turistas na saída do porto. Tem que tomar cuidado para não se meter em furada, no nosso caso tivemos sorte, mas para garantir que nada ruim aconteça, é melhor escolher um dos passeios oferecidos pelo cruzeiro. 

A ilha foi fundada pelos britânicos em meados do século XVI e chamada de Charles Town. Logo depois, foi queimada pelos espanhóis, e então foi reconstruída e renomeada Nassau. A capital de Bahamas possui cerca de 250 mil habitantes e sua história não é nada tranquila, foi alvo de muitas guerras entre britânicos, americanos, espanhóis e franceses, até a conquista da independência do país, em 1973.


Blusa Someday (vestido que foi cortado) e short C&A

Forte Fincastle, construído em 1793, para proteger a cidade contra os piratas
Escadarias da rainha, construída entre 1793 e 1794, com 65 degraus em homenagem aos 65 anos de governo da rainha Vitória, e a seu percurso para abolição da escravidão
Pausa para uma cervejinha local, uma delícia a propósito hahaha
Visita ao hotel Atlantis, criado pelo sul-africano Sol Kerzner e inaugurado em 1998. Esse hotel é muito grandioso e os não-hóspedes só possuem acesso a poucas áreas, por isso não pudemos ver muito
Ao fim do passeio por Nassau, voltamos ao navio e fomos relaxar na hidromassagem. O jantar dessa noite era em homenagem ao comandante, por isso o dresscode era mais formal. Após o jantar, fomos a uma teatro ver um espetáculo de dança e assistimos a apresentação especial do kung fu panda no vão central do navio hehehe


Vestido M Huntt, peep toe Arezzo e brincos Kargo
O dia seguinte foi o da preguiça! Passamos todo o tempo em alto mar, por isso aproveitamos a piscina e as áreas de lazer do navio. Assistimos ao desfile da Dreamworks e depois fomos ao jantar nosso de toda a noite.

Camisa feita pela avó e short Damyller
Saia feita pela avó, blusa Zarkos, colar AS, peep toe Arezzo
Aguardem o restante da viagem por aqui, falta falar ainda da visita a Saint Thomas e Saint Marteen, a ida a Key West e Miami e aos parques da Universal e Nasa.

Beijos!

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Como usar - Oxfords

Quero porque quero um oxford para chamar de meu. Mas quero assim, de salto baixo, para gastar a sola de tanto sapatear ele por aí. 

Esse estilo de sapato é bem versátil pelo que tenho visto. No verão ele fica fofo combinado com vestidos estampados, conjuntinhos, shorts ou saias. Quanto mais feminina a roupa, mais legal o contraste com o oxford, na minha opinião.


Esse look com short de oncinha e oxford prata é o meu favorito! <3

Meia estação como outono e primavera, é legal combinar com vestidos de manga comprida ou abusar da sobreposição com coletes ou casacos leves.

Me apaixonei pelo primeiro vestido (ou macaquinho)

Sairia exatamente igual ao look com o vestido cinza <3



Se o objetivo é usar uma calça, o oxford também orna perfeitamente. Acho bacana apostar em um maxi colar, um batom vibrante, ou algum outro elemento super feminino para contrastar a produção.

Essa produção do meio nada seria sem esse colar e a barra da calça dobrada...

Listras, amo vocês! Sucesso o look do meio né?



Agora se o seu estilo é mais clássico, vale a pena apostar em terninhos ou camisas, sempre abusando de elementos femininos como a modelagem mais ajustada ou acessórios maxi (na foto fazem esse papel a bolsa vermelha e a de oncinha, bem como o colar dourado).


E aí, curtem esse sapato estilo boy?

Beijos
Theme by: Josh Peterson and edit by: Fernanda da Silva Silveira